Páginas

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

natal

.
.
..
...
Ontem, numa cantata de natal, eu olhava para aquela figura sinistra afixada numa cruz pendurada na parede do templo...

Perguntava, retoricamente, aos meus heréticos botões: “o que é isso?...”

Meus botões, não obstante, me respondiam:

“isso, querido, é aquele moço que há cerca de dois mil anos pregaram num pedaço de pau por ter dito que as pessoas devem ser boas umas com as outras...
e por ter dito também que era filho de um cara que ninguém tem certeza se existe...”
...
..
.

Há deuses?...

.
..
...

Sim, há deuses...

e nós somos alguns deles



...
..
.