Páginas

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Enquanto isso, em Pinheiros e em Higienópolis...

.
..
...






. . . cus se fecham vigorosamente ! ! !









Mais sobre o lançamento de A privataria tucana, de Amaury Ribeiro Jr., aqui e aqui.








...
..
.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Três imagens

.
..
...
Túmulo de Carlos Marighella
(05/12/1911-04/11/1969)
por Oscar Niemeyer
(Leia e ouça a entrevista de Marighella no Com Texto Livre)


Dilma: "A cara da dignidade"
(Leia artigo de Emir Sader na Carta Maior)


Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira
(13/02/1954-04/12/2011)
(A despedida de Mino Carta e as últimas colunas do Doutor

...
..
.

Será que eles comem criançinhas...?

.
..
...

Cuidado com os Muppets. Eles são comunistas

Por Marcos Guterman

Eric Bolling é âncora do programa “Follow the Money”, na Fox. Há alguns dias, ele “debateu” com outros luminares do pensamento conservador americano a tese segundo a qual os Muppets são esquerdistas – tudo porque, em seu último filme, o vilão é um magnata do petróleo, chamado “Tex Richman”.

Para o pessoal da Fox, o filme é parte de uma campanha contra o capitalismo, promovida pelos “vermelhos” de Hollywood. “É incrível o quão longe a esquerda consegue ir para manipular nossas crianças”, esbravejou Dan Gainor, que faz parte do Media Research Center, grupo que se dedica a esculhambar a “imprensa liberal” nos EUA. “Hollywood, a esquerda, a imprensa, todos eles odeiam a indústria do petróleo. Eles odeiam a América empresarial.”

Para Gainor, não é à toa que existem movimentos como o “Ocupe Wall Street”, cujos manifestantes, segundo ele, “foram literalmente doutrinados, durante anos, por esse tipo de coisa”.




...
..
.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Campanha do Laço Branco - homens pelo fim da violência contra a mulher

.
.
..
...
No dia 6 de dezembro de 1989, um rapaz de 25 anos (Marc Lepine) invadiu uma sala de aula da Escola Politécnica, na cidade de Monteral, Canadá. Ele ordenou que os homens (aproximadamente 48) se retirassem da sala, permanecendo somente as mulheres. Gritando: “você são todas feministas!?”, esse homem começou a atirar enfurecidamente e assassinou 14 mulheres, à queima roupa. Em seguida, suicidou-se. O rapaz deixou uma carta na qual afirmava que havia feito aquilo porque não suportava a idéia de ver mulheres estudando engenharia, um curso tradicionalmente dirigido ao público masculino.

O crime mobilizou a opinião pública de todo o país, gerando amplo debate sobre as desigualdades entre homens e mulheres e a violência gerada por esse desequilíbrio social. Assim, um grupo de homens do Canadá decidiu se organizar para dizer que existem homens que cometem a violência contra a mulher, mas existem também aqueles que repudiam essa atitude. Eles elegeram o laço branco como símbolo e adotaram como lema: jamais cometer um ato violento contra as mulheres e não fechar os olhos frente a essa violência.

Lançaram, assim, a primeira Campanha do Laço Branco (White Ribbon Campaign): homens pelo fim da violência contra a mulher. Durante o primeiro ano da Campanha, foram distribuídos cerca de 100.000 laços entre os homens canadenses, principalmente entre os dias 25 de novembro e 6 de dezembro, semana que concentra um conjunto de ações e manifestações públicas em favor dos direitos das mulheres e pelo fim da violência. O dia 25 de novembro foi proclamado pelo Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (UNIFEM), órgão das Nações Unidas, como Dia Internacional de Erradicação da Violência contra a Mulher. O dia 6 de dezembro foi escolhido para que a morte daquelas mulheres (e o machismo que a gerou) não fosse esquecida.



Divulgue e participe: http://www.lacobranco.org.br/
 
...
..
.